30 de junho de 2011

E os vagalumes...

Coluna semanal onde eu posto trechos de livros que eu gostei, ou textos que eu escrevi.

Oi,
Hoje eu vou postar um texto que eu escrevi. 
Doce ilusão
Nunca pensei que algo como aquilo fosse acontecer. O céu já estava nublado fazia um tempo, mas nunca achei que fosse ver a tempestade cair. Achei que não fosse acontecer, achei que eu estava apenas sendo neurótica sobre tudo como sempre, que era apenas ilusão minha. Contudo, dessa única vez, não fora ilusão minha. Foi ilusão quando eu achei que talvez você sentisse algo por mim, foi ilusão todas as vezes que eu pensei que algo positivo teria acontecido. Todavia da única vez que eu quis que fosse, foi a mais pura verdade. Ou melhor, nem sei se eu conheço toda a verdade, nem sei o motivo que levou tudo a desabar, se pelo menos você tivesse me dado à chance de explicar. Eu peço desculpas por algo que eu possa ter feito, mas você terminou tudo de um modo imperfeito. E mais, age como se não tivesse feito absolutamente nada. Diga-me a verdade, não sente nada quando houve meu nome? Ou quando me vê? Não sente uma pontinha de saudades? Uma pontinha de rancor? Talvez arrependimento? Você não sabe o quanto eu sofri e sofro cada dia quando eu te vejo, já pensei em mil maneiras de vingança, mas a melhor que eu encontrei foi fazer você me ver sorrindo. Não irá ver-me chorando, não irá me ver triste. Não merece meu sofrimento nem minhas lágrimas. Mesmo que elas existam, eu as esconderei. Você merece me ver feliz, mesmo com tudo que fez para fazer com que e caísse.

29 de junho de 2011

Resenha: Um Amor para Recordar - Nicholas Sparks


Terminei esse livro e ainda estou chocada. Nicholas Sparks conseguiu novamente, conseguiu me fazer chorar e me tocar de um modo inexplicável. O livro conta a história de Landon, ele só quer saber de curtir seu último ano na escola com seus amigos e nada mais. Até que Jamie, a filha do pastor, o chama para ser um personagem na peça de Natal. Como dizer não a ela? Que é sempre educada, e muitas vezes até estranha na visão dele. Landon aceita e começa a passar mais tempo com ela. E ela vai ver que por trás da menina que usa roupas estranha e cabelo preso, tem muito mais.

Eu disse no twitter (@livrosvagalumes) que eu já chorei no prólogo. O livro é bem curtinho, mas foi capaz de me tocar de um modo incrível. Até a página 140 tudo vai bem. Eu até achei que o livro estava pouco emocionante, mas eu estava totalmente enganada. Eu não vou contar o segredo da Jamie, leiam e depois me contem o que acharam, mas eu fiquei pasma.


"Estava apaixonado, e a sensação era ainda mais maravilhosa do que eu podia ter imaginado" (p. 145)

A leitura voa, quando eu vi já não tinha mais páginas. Mas tem o número essencial de páginas, acho que muitas a mais seria demais para a história. É aquela escrita gostosa de se ler do Nicholas, com personagens reais, histórias reais e vidas reais. Então, se está esperando uma história com finais perfeitos, milagres e contos de fadas, pegue outro livro. Mas se é como eu que gosta de histórias reais, esse livro é perfeitamente real. Eu só achei o inicio um pouquinho lento, mas nada que faria esse livro decair em minha opinião.

28 de junho de 2011

Novidades

Oi!

Post rapidinho hoje, estava fazendo um trabalho até agora e depois vou estudar, mas não queria deixar o blog parado. Se quiserem ler algo melhor, o post de ontem ainda está aqui e a resenha do livro eu posto amanhã.

Eu adoro Pretty Little Liars (hoje tem episódio novo!!!) eu já escrevi a resenha dos dois primeiros livros (aqui e aqui) e como podem ver, eu me decepcionei bastante com o segundo e isso me desanimou a comprar os outros. Talvez daqui um tempo... Nunca se sabe. Tem gente que gosta mais da série de TV e tem gente que prefere os livros. Eu gosto mais da série de TV. Mas é a minha opinião, qual vocês preferem?

Foram lançados mais dois volumes da série que eu achei que deveria comentar aqui porque muita gente gosta e pode se interessar:

Título: Perfeitas
Autora: Sara Shepard
Editora: Rocco
Sinopse: Em 'Perfeitas', nada será como antes para as quatro ex-melhores amigas, Spencer Hastings, Emily Fields, Hanna Marin e Aria Montgomery. 'A', que elas chegaram a desconfiar ser Alison DiLaurentis, a quinta integrante do grupo de garotas populares que elas formavam na sétima série e cujo corpo foi encontrado três anos após seu desaparecimento, volta a atormentar cada uma das meninas. E, dessa vez, a misteriosa figura cumpre o que promete - 'A' vai pressionando as jovens e divulgando o que elas queriam esconder de pais, amigos e outros alunos da exclusiva Rosewood Day, a escola particular onde estudam.]


Título: Inacreditáveis
Autora: Sara Shepard
Editora: Rocco
Sinopse: Nesta obra, a vida charmosa das quatro amigas se torna um verdadeiro pesadelo. Emily foi morar com seus primos ultraconservadores. O namorado de Aria está atrás das grades - por causa dela. Spencer pode estar envolvida no sumiço de Alison. E Hanna luta por sua vida no hospital porque sabia demais.

Vão ler algum deles?

Gabi

27 de junho de 2011

Li até a página 100 e .... #5

Li até a página 100 e...

Meme do blog: Eu Leio, eu conto.
Livro: Um Amor para Recordar - Nicholas Sparks

Primeira frase da página 100:
-Obrigada por pararem para conversar com a gente – disse Jamie, acenando.

Do que se trata o livro?
O livro fala sobre a história de Landon. Ele conhece Jamie, a filha do pastor e ela o convence a fazer parte da peça da escola e começa a tratar ele como amigo. Porém, os amigos dele não apoiam muito isso porque ela é, digamos a filha do pastor e não é muito sociável.

O que está achando até agora?
O livro é bom, mas nada muito emocionante aconteceu até agora. A leitura passa muito rápido porque o livro é curto, então acho que algo vai acontecer nas próximas páginas.

O que está achando da protagonista?
O protagonista é o Landon, ele é um protagonista normal. Ainda não fez nada que me fizesse amar ele, mas ele é normal. Como todos os personagens do Nicholas Sparks, são pessoas comuns com vidas comuns e histórias comuns.

Melhor quote até agora:
“Ela não respondeu, mas sorriu para si mesma, como se soubesse de algum segredo e não quisesse me contar. Como eu disse, eu detestava quando ela fazia isso”. (p.97)
 
Vai continuar lendo?
Sem dúvidas, quero que algo emocionante aconteça logo! Ele tem que fazer a Jamie se abrir e eles tem que ficar juntos...

Última frase da página:
Seria o último antes da estreia, e nós tínhamos muito a fazer.

Espero que tenham gostado, já leram esse livro? Eu devo terminar logo e faço a resenha!

Gabi

26 de junho de 2011

Filmes

Oi!

Eu sempre falo sobre livros e book trailers e tal, mas hoje eu quis falar sobre filmes. É fato que eu tenho medo de assistir o filme de um livro que eu gosto muito porque tem grandes chances de eu me decepcionar.

Primeiro, dois trailers que merecem um lugar aqui.

Harry Potter e as Relíquias da Morte Parte 2



Muito ansiosos? Já tem o ingresso em mãos? Falta muito pouco gente! Muito pouco.
Como esse ano é o ano que vai ter um fim na vida cinematográfica do Harry Potter, eu vou tentar até o final do ano ler todos os livros de novo e fazer resenhas. Quando eu os li eu não tinha o blog então, agora quero fazer direitinho.


Amanhecer - Parte 1


Tem gente que ama, tem gente que odeia. Não estou aqui para discutir gostos. Eu já tive minha época de fã fannática, hoje, eu gosto e esou curiosa para ver como vai ser Amanhecer. Como não é o último ano de Crepusculo no cinema, vou deixar para ler todos os livros novamente e fazer resenhas depois. E só para já falar aqui, eu não gostei do final de Amanhecer.  E vou falar mais sobre isso na resenha. Ah, e eu prefiro o Edward.

Bom, estão animados para os filmes? Quais são as suas expectativas? Ou não tem nenhuma com medo de se decepcionar demais?

Gabi

24 de junho de 2011

Book Blogger Hop #11




Meme do blog Murphy's Library. Onde cada semana tem uma pergunta e diversos blogs literários respondem com o intuito de mostrar a diversidades desses blogs.

A pergunta dessa semana é:

O que você faria/fez se, após emprestar seu livro a uma pessoa, ela lhe devolvesse em um estado ruim?

Essa é aquela hora chata em que precisamos ser chatas. Afinal, eu sempre empresto apenas para amigas (como eu já expliquei aqui) então eu teria que bancar a chata com uma delas, mas eu faria sem dúvidas porque o livro é meu, e eu paguei por ele e eu emprestei de boa vontade. Acho que é responsabilidades da pessoa cuidar do livro. Eu chegaria para a pessoa e falaria que o livro que eu emprestei, não estava naquelas condições e que eu gosto de ter meus livros em um bom estado na estante e que eu estava muito triste com aquilo. E de um jeitinho delicado (que não consigo pensar em algum no momento, aceito dicas!) eu pediria para a pessoa comprar um novo para mim. Porque é o mínimo que ela pode fazer depois de ter acabado com um livro meu.

Se tiverem blogs, respondam lá e deixem o link no Murphy’s Library para todos verem, caso não tenham, podem responder nos comentários daqui mesmo.


Gabi

23 de junho de 2011

E os vagalumes...

E os vagalumes?

Oi, no último post disse que tinha um poema que achei no meu livro de literatura que queria compartilhar com vocês. É aquelas casualidades da vida, eu estava folheando o livro, abri nessa página e gostei do que li. Eu poderia colocar algo meu, mas resolvi intercalar. Semana que vem eu volto.

Lágrimas, inúteis lágrimas - Alfred Tennyson

Lágrimas, inuteis lágrimas
Não sei o que significam
Lágrimas vindas do fundo
De alguma aflição sublime
Emergem no coração
E chegam até os olhos
Vendo os alegres campos outonais
E pensando nos dias que não mais existem

(..)

Comentário :
Eu só coloquei um fragmento do texto porque essa é a parte que mais me cativou. Acho que lágrimas, muitas vezes são vistas como sinal de fraqueza. Eu não penso assim, eu penso que é algo existencial, todos que vivem choram. Por motivos diferentes é claro, mas é algo normal. As lágrimas nesse caso do texto são por amor. Talvez, as que eu mais libere, mas algo que eu sempre escuto é “Não chore!”. E eu fico forçando as lágrimas a permanecerem comigo, mas elas são mais fortes, quando elas querem sair, elas saem. Não pedem permissão, muito menos veem se estão em um local adequado. Eu não vejo problema nenhum em sentar no meu quarto e chorar quando eu preciso, é como se eu liberasse parte do problema. Claro que não todos os dias, todas as horas, pela mesma pessoa. Mas de vez em quando, quando está com aquele aperto dentro de si, não tranque as lágrimas, deixe-as sair. Elas vão sair igual. Acho que segurar o choro por muitos dias não tem resultado – experiência própria – porque quando você não aguentar mais ser “forte” virá duas vezes pior. Para não me estender muito, acho que as lágrimas quando emergem do coração (como diz o poema) você precisa as deixar saírem. E apesar de muitas vezes serem inúteis, porque na verdade, não levarão o problema, a saudade ou a dor embora. Serve como uma forma de ver aquilo saindo e liberar aqueles sentimentos.

22 de junho de 2011

Novidades #2

Novidades
A Intrínseca divulgou no twitter a capa do livro Antes que eu vá da Lauren Oliver na terça-feira. Só coloquei o post agora porque gosto de manter um post por dia para não lotar muito vocês e para sempre ter algo novo. 

Capa brasileira:

A capa permaneceu a mesma da americana e um dos motivos que me fez ir buscar mais informações sobre o livro foi que eu achei ela muito linda.

Sinopse:
Em uma noite chuvosa de fevereiro, Sam é morta em um acidente de carro horrível. Mas em vez de se ver em um túnel de luz, ela acorda na sua própria cama, na manhã do mesmo dia. Forçada a viver com os mesmos eventos ela se esforça para alterar o resultado, mas acorda novamente no dia do acidente.
O que se segue é a história de uma menina que ao longo dos dias, descobre através de insights desoladores, as consequências de cada ação dela.  Uma menina que morreu jovem, mas no processo aprende a viver. E que se apaixona um pouco tarde demais.

Book Trailer:





Infelizmente não consegui achar um book trailer legendado e minhas capacidades técnicas não permitem que eu mesma faça. Mas o inglês é bem fácil se entender.

Espero que tenham gostado desse livro, eu estou muito curiosa para ler. A previsão de lançamento é julho, e quando sair mais informações eu trago para vocês.

Comentários são sempre bem vindos.

Gabi

21 de junho de 2011

Top 5: Personagens Femininas Favoritas (2011)

Personagens Femininas Favoritas
Hermione Granger – Harry Potter – J.K. Rowling
Impossível falar de personagens femininas sem mencionar a Hermione. Ela sempre esteve apoiando o Harry, desde o inicio e o ajudando. Eu me vejo um pouco nela, ama livros, gosta de estudar e tal. Outro motivo pelo qual eu gosto dela, ela é forte. A Hermione é muito inteligente, e sempre tem a resposta para tudo. Onde estariam o Harry e o Ron sem ela hein? Acho que o fato de eu conseguir me ver em várias características dela faz com que eu goste mais da Hermione, porque eu sempre fico me imaginando no lugar dela e o que eu iria fazer e tudo mais.
Estefânia Castelino Belluz – Fazendo Meu Filme – Paula Pimenta
Já falei dela umas mil vezes no blog, mas eu realmente simpatizei com a personagem incrível que a Paula Pimenta criou. A Fani não é a pessoa mais forte com a Hermione, ela já é mais sentimental e às vezes deixa pequenas coisas a abalarem, mas muitas de nós somos assim incluindo quem vos escreve. Ela sente tudo o que as adolescentes sentem por isso a leitura é tão agradável. E ela sente do mesmo modo que nós, irracionalmente. Amor, saudades, tristeza, amizade... E apesar de tomar algumas decisões erradas, ela nos mostra que a vida é assim, sem sempre podemos voltar atrás, e estamos sempre cometendo erros, um atrás do outro. E alguns não têm volta.
Nora Grey – Hush Hush – Becca Fitzpatrick
Não sei se gostei da personagem ou do Patch com ela, mas eu achei a Nora uma personagem diferente das que eu sempre leio. Ela não está tentando impressionar o menino mais popular da escola, ela não quer ser a menina mais popular da escola e ela não fica reclamando da sua vida a cada página. Ela esta feliz sendo quem ela é, e ela não é boba. Nora não fica tentando fingir que não gosta do Patch, ela só tem um pouquinho de medo dele, mas nesse caso eu também teria. Eu gosto dela por ser diferente.
Penny Lane Bloom – Lonely Hearts Club – Elizabeth Eulberg
Foi o ultimo livro que eu li e essa personagem é como uma luz no fim do túnel. Penny se cansa de ser magoada por meninos e resolve criar o Lonely Hearts Club. Só com essa atitude eu já comecei a gostar dela, afinal, eu também comecei a querer entrar para o clube. Ela sabe dar segundas chances quando as pessoas merecem. E não dar segundas chances quando as pessoas não merecem. Ela fala algumas coisas sem pensar e estraga tudo, mas também fala umas verdades para quem precisa ouvir. Ela tem atitude e não deixa os meninos atrapalharem a vida dela e dá muito valor para a amizade. Precisa explicar mais?
Lena Kaligaris – A Irmandade das Calças Viajantes – Ann Brashares
Bom, os livros não são os mais famosos, mas eu adoro a história. Meu plano é reler todos e fazer resenha para o blog, mas até eu fazer isso, vou falar um pouquinho dela. A Lena é parecida comigo (sim, eu gosto de personagens que são parecidas comigo). Ela é tímida, quieta e fechada. Ela sofre bastante por amor, e com decepções do amor. Mas no primeiro livro é onde ela encontra seu primeiro amor e tem que se abrir mais e tirar aquela camada protetora que sempre teve. Ela dá muito valor para a família e amizade e eu adoro ela.
--

Esqueci alguém muito importante? Ah, lembrando que essas listas são feitas com base das minhas leituras até hoje, eu sempre posso ler um livro e amar a personagem, mas infelizmente não vou colocar aqui. Como aconteceu com a minha lista de Top 5 casais, ficou sem a Nora e o Patch :(

Gabi

20 de junho de 2011

Resenha: Crescendo - Becca Fitzpatrick

Vocês podem ler a resenha de Sussurro aqui.



Editora: Intrínseca

Logo no inicio do livro vemos Nora e Patch passar por situações delicadas. Ele começa a se afastar e a ficar mais reservado. E ele vai passar mais tempo com Marcie Millar, inimiga de Nora. Ao mesmo tempo, Nora começa a querer saber o que realmente aconteceu na noite em que seu pai foi assassinado, e porque tem tantos mistérios envolvidos. A volta de um amigo da família Scott, não tem nada de ocasional e Nora começa a ligar os pontos para descobrir a verdade e começa a descobrir segredos dos quais nunca imaginou que existissem.
Eu fiquei pensando, eu fui a única que não achou Nora tão paranoica assim? Praticamente todas as resenhas que eu li diziam que ela estava chata e tudo mais. Não sei o porque achei diferente, mas creio que foi porque eu também tenho as mesmas paranoias que ela. Sempre tem uma Marcie Millar para estragar tudo.
Bom, o inicio do livro foi depressivo para mim. Chorei e fiquei pensando como aquilo pode acontecer? Justo com eles? E conforme a leitura ia seguindo eu ficava cada vez com mais raiva da Marcie e infelizmente, do Patch.
Patch, Patch, Patch. Eu me decepcionei muito com ele durante o livro, com o que ele fez e o estado que ele deixou a Nora. Apesar de ter um motivo, ele não precisava logo  partir para outra.
Os mistérios que seguem durante a leitura toda me deixaram sem dormir direito por umas duas noites, acho que eles foram muito bem escritos e pensados e a autora realmente conseguiu me convencer de que _____ que tinha feito aquilo e que _____ era Mão Negra. (Não vou falar quem eu pensei para não estragar a leitura de vocês).
Quem amou Sussurro como eu, e está louco para ler esse livro vai se surpreender com algumas noticias, vai ficar com raiva de certos personagens e com pena de outros. O final que me deixou muito brava, eu simplesmente disse para mim mesma “Só?”.
Já sabem né, quero Silence agora! Pena que ainda vou ter que esperar o lançamento dos EUA, e aqui. Eu recomendo esse livro, não julguem muito a Nora, eu sei o que ela está passando e é difícil mesmo. Se eu fosse escrever algo na maneira como eu penso, ia ser milhões de vezes pior.

19 de junho de 2011

Da livraria para a minha estante

Oi gente!


Mais um Da livraria para a minha estante. É onde eu mostro o que eu comprei de novo. Eu estou planejando fazer um banner bonitinho (como eu fiz na tag E os Vagalumes?) então fiquem atentos nas próximas. Vou escrever esse post rapidinho porque tenho que terminar de ler um livro para a escola e depois começar Um amor para recordar do Nicholas Sparks. A resenha de Crescendo vai sair amanhã sem falta.

Título: Um dia
Autor: David Nicholls
Editora: Intrínseca

Não me atirem pedras nem nada, mas eu só fui perceber que eram duas caras na capa do livro quando comprei ele e prestei atenção. Não sei o que eu tinha pensado que era, acho que apenas uns borrões de tintas e tal. Depois dessa incrível descoberta - not - a capa é muito bonita. E na lombada do livro e na capa  os escritos Um Dia são brilhantes e em auto relevo. Ele até que é bem gordinho, tem 411 páginas. A letra não é das maiores, mas mesmo assim fica agradável a leitura. Para ver a sinopse + trailer do filme cliquem aqui.

Título: Elixir
Autora: Hilary Duff
Editora: iD

A capa é linda, essa imagem da flor é muito bonita e acolhedora. No inicio de capa capítulo tem a mesma imagem no final da página. Na parte de trás tem a foto da Hilary e dentro vem um cartão postal com a mesma foto.


Para ver a sinopse e mais comentários cliquem aqui.

Bom, é isso. Já leram algum? Tem vontade? Comentários são sempre muito bem vindos.

Gabi


18 de junho de 2011

Book Blogger Hop #11 - Durante a Leitura

 
Meme do blog Murphy’s Library aonde cada semana tem uma pergunta diferente e diversos blogs literários respondem.
A pergunta dessa semana é:
Como é seu comportamento durante a leitura de um livro? Há regras como ler apenas um livro por vez, não olhar a última página, ler apenas em casa e no silêncio, ler o livro até o fim mesmo sem gostar etc.?
Bom, eu tenho sempre um daqueles livros de bolso na mochila e outro que leio em casa. Mas, como os de bolso são de poemas ou pequenos contos, não é uma história continua. Eu tento ler apenas um livro de cada vez para entrar com tudo na história e não ficar com duas na cabeça. Eu costumava ler a última frase da última página por curiosidade mesmo, mas depois que li a de Perfeitos e acabou com todo o suspense da minha leitura eu parei. Estou preferindo ficar pensando no que vai acontecer do que realmente ir lá e acabar com a escrita da autora. Eu não leio apenas em casa, como disse, sempre carrego um livro comigo. Eu prefiro ler no silêncio da minha casa, mas eu também consigo ler no meio da aula caso eu já tenha terminado uma atividade ou se eu acho um tempinho livre então, eu consigo ler no meio do caos. Ler o livro até o fim sem gostar é outra história, depende o quanto eu não gostei. Normalmente eu deixo de lado e vou pegar para continuar outro dia. Esses são meus hábitos eu acho, ah eu marco minhas frases favoritas com post its, sempre deixo um marcador dentro de cada livro, e eu tento estar com as mãos bem limpinhas antes de pegar para ler (neuroses de Gabriele).
Espero que tenham gostado! Se tiverem blog e quiserem responder, não esqueçam de deixar o link lá no Murphy’s Library, caso não tenham, podem responder nos comentários.
Gabi

16 de junho de 2011

E os vagalumes... #8



Olá, legal é quando eu planejo fazer o post com calma a tarde e tudo mais e eu marco um compromisso e vou ter de escrever com pressa agora. Bom, eu estava relendo um caderninho meu ontem, e tive vários possíveis textos para escrever aqui. E vou dar mais uma chance para os meus textos antes de postar um poema lindo que achei no meu livro de literatura.

O motivo que me levou a postar uma coisa minha hoje, foi a minha aula de filosofia. Ouvimos aquela música do Lulu Santos Como uma Onda. E eu sempre gostei dessa música quando pequena, mas só hoje que me toquei do verdadeiro significado dela, antes eu podia jurar que era sobre uma sereia (eu era bem pequena).

Esse texto é velho, é de outubro do ano passado (ok, não tão velho) e talvez não é o melhor que eu tenho, mas ele fala sobre algo que me tocou hoje enquanto ouvia a música, então, aqui está ele:

Sem título

Nada é para sempre, absolutamente nada. Amigos, namorados, companheiros, felicidade, tristeza. Nada é para sempre. Pense bem, se nada é para sempre por que se prender a certas coisas ou pessoas. Você tem que ser capaz de viver sem elas, porque uma hora, elas não estarão mais junto a ti. Não viva para os outros, viva para você mesmo. Não faça decisões com base no que os outros irão pensar. Sim, é difícil não deixar seu emocional afetar sua vida, impossível às vezes, mas lembre-se que é bom chorar um pouco, deixar toda a energia ruim para fora de você, fora da sua mente. Contudo, não se esqueça de seguir em frente, deixar o passado para trás e seguir em frente. Sempre há um motivo, uma razão para algo ter acontecido. Entretanto, só iremos descobrir com o passar do tempo quando analisarmos nossa vida e perceberemos que tudo se encaixa como um quebra-cabeça. Todas as lágrimas e sorrisos tiveram alguma utilidade. Por isso, viva sua vida, e não sofra muito devido a pessoas. São apenas atores secundários contracenando com a atriz principal.

E uns trechos da música:

Nada do que foi será
De novo do jeito que já foi um dia
Tudo passa
Tudo sempre passará




Espero que tenham gostado! Comentários sobre como vocês veem todas as situações serão muito bem vindos.

Gabi

15 de junho de 2011

Ainda não saíram da livraria "extra"

Olá! Como no último post Ainda não saíram da livraria eu coloquei poucos itens na minha lista de desejados e eu andei vendo alguns livros que me chamaram bastante atenção, esse vai ser um post extra. Não sei se vai valer para junho porque o tempo é meio apertado, mas vou colocar aqui e caso eu compre eu vou avisando, parecem ser livros muito bons.

O primeiro, é um que eu já tinha lido alguns resenhas, mas me interessei mesmo quando vi trailer do filme que foi baseado no livro, então ai está ele:

Título: Um Dia
Autor: David Nicholls
Editora: Intrínseca

Sinopse: Dexter Mayhew e Emma Morley se conheceram em 1988. Ambos sabem que no dia seguinte, após a formatura na universidade, deverão trilhar caminhos diferentes. Mas, depois de apenas um dia juntos, não conseguem parar de pensar um no outro.
Os anos se passam e Dex e Em levam vidas isoladas — vidas muito diferentes daquelas que eles sonhavam ter. Porém, incapazes de esquecer o sentimento muito especial que os arrebatou naquela primeira noite, surge uma extraordinária relação entre os dois.
Ao longo dos vinte anos seguintes, flashes do relacionamento deles são narrados, um por ano, todos no mesmo dia: 15 de julho. Dexter e Emma enfrentam disputas e brigas, esperanças e oportunidades perdidas, risos e lágrimas. E, conforme o verdadeiro significado desse dia crucial é desvendado, eles precisam acertar contas com a essência do amor e da própria vida.
Um dia é um fenômeno editorial no Reino Unido, sucesso absoluto de crítica e público, e teve o roteiro adaptado para o cinema pelo próprio autor, David Nicholls. O filme, dirigido pela cineasta dinamarquesa Lone Scherfig, que também dirigiu Educação, traz a atriz Anne Hathaway no papel de Emma Morley.

Trailer:


Parece ser fofo, romântico e triste ao mesmo tempo. Tudo o que eu adoro em um livro.

Bom, por hoje é isso. Amanhã tem "E os vagalumes?".

Gabi

14 de junho de 2011

Resenha: Fábulas de Esopo


Título: Fábulas
Autor: Esopo
Editora: L&PM Pocket


Esse livro não foi uma leitura escolhida por mim e sim foi uma leitura obrigatória para escola. Peguei o livro sem muitas expectativas – nunca tenho expectativas para livros da escola – mas o inicio dele me surpreendeu bastante. As fábulas são uma critica aos humanos, e são lições de vida também. Falam sobre todos os pecados do homem e tudo de ruim que ele pode cometer. O que as torna diferente, é que elas são contadas como animais. Os animais tomam o lugar dos seres humanos. Acho que para vermos a verdade mesmo, porque na maioria das vezes é difícil apontar o dedo para-nos mesmos e percebemos que estamos errados, mas o livro aborda os erros e tudo mais na pele dos animais. Assim, acho que fica mais visível. As minhas favoritas foram várias, porque o livro conta com muitas fábulas. Mas muitos contos infantis são versões editadas dessas fábulas, como “O menino que gritava lobo”, “ A lebre e a tartaruga” e outras. Contudo, quando começa a chegar à página cem e em diante, começa a ficar repetitivo, sempre os mesmos animais e muitas vezes o mesmo contexto e a mesma lição. É um livro bom para passar o tempo, uma leitura rápida, mas faz pensar e refletir.

13 de junho de 2011

Novidades

Enquanto eu ia lendo outros blogs, me deparei com vários títulos legais, esse é um post que vou fazer de tempos em tempos comentando eles e trazendo novidades do mundo dos livros.
 
Título: Karma Club
Autora: Jessica Brody
Editora: Novo Século
Sinopse:  MADISON KASPARKOVA sempre achou que soubesse como o Carma funciona. Aquela força poderosa e cheia de mistérios que traz harmonia para o Universo. Você sabe – pratique boas ações e será recompensado, faça uma má ação e o Carma vai garantir que terá o que merece. É como se fosse um ato de equilíbrio cósmico. Mas quando Mason Brooks, namorado de Maddy por dois anos, foi pego no flagra beijando a Srta. Corpo Perfeito, Heather Campbell, e não aconteceu absolutamente nada para qualquer um dos dois – exceto se transformarem no mais novo casalzinho do Colégio Colonial – pareceu que o Carma havia oficialmente deixado Maddy desamparada. Foi assim que ela e suas melhores amigas, Angie e Jade, decidiram inaugurar o Clube do Carma – uma organização secreta, só para membros, cujo único objetivo era arrumar a bagunça que o Universo estava deixando para trás. Porém, algumas vezes, não é muito inteligente interferir nos desígnios do Universo, pois, quando você apronta com o Carma, o Carma apronta com você. E agora, Maddy terá que achar uma maneira de encontrar novamente o equilíbrio de sua vida, mesmo que tudo à sua volta pareça estar de cabeça para baixo.



Eu achei bem interessante a sinopse e o book trailer. Estou louca para comprar e lê-lo, infelizmente a capa não é grande coisa. As vezes não fazendo tudo certo e só acontece coisas ruins, e quem faz tudo errado recebe coisas boas, injustiças no ar e essas meninas resolveram agir.

E sabem quando a gente termina de ler um livro e fica naquela ansiedade toda por uma continuação, mas essa ainda não foi lançada no Brasil? Eu sou tão impaciente que as vezes acabo comprando o livro em inglês mesmo, e o preço deles dependendo da livraria é bem mais em conta que o em português.

Dois livros que eu estou querendo muito ler a continuação:

Titulo: Crossed
Autora: Ally Condie

Me desculpem, mas Destino não tem um fim. Tem apenas um ponto final e muitas informações ficam sem nexo, mistérios não resolvidos e uma história não acabada. Então, eu quero muito ler Crossed. Ainda não foi lançado no Brasil e eu não sei a previsão de lançamento, mas espero que não demore muito. Essa capa é divina e tem grandes chances que se eu acha-lo em inglês eu compre. A curiosidade é enorme.

Sinospe traduzida por mim: Em busca de um futuro que pode não existir e enfrentando a decisão de quem compartilhar. A viagem de Cassia para as Províncias do Exterior em busca de Ky – levado pela Sociedade para a morte – apenas serviu para descobrir que ele havia escapado, deixando uma série de pistas no seu caminho. A busca de Cassa a leva a questionar muito mais do que ela já questiona, mesmo encontro reflexos de uma vida diferente do outro lado da fronteira. Mas, enquanto Cassia se aproxima com determinação do seu futuro com Ky, um convite para uma rebelião, uma traição inesperada e uma visita surpresa de Xander, quem pode contar a chave para a revolta e ainda, para o coração de Cassia, mudam o jogo mais uma vez. Nada é tão esperado nas margens da Sociedade como voltas e mais voltas podem deixar o caminho mais confuso do que nunca.

E por ultimo, mas não menos importante:
Titulo: Silence
Autora: Becca Fitzpatrick
Previsão nos EUA: 4 de Outubro
Eu ainda não terminei de ler Crescendo, mas tenho certeza que vou querer ler Silence. Tem previsão para 4 de outubro nos Estados Unidos, e até lá eu vou desejar todos os dias poder lê-lo, porque é uma das melhores séries que eu já li! Bom, eu não li a sinopse (sem spoilers), então eu vou colocar em inglês aqui, e quando eu terminar de ler Crescendo eu traduzo e atualizo. Só não quero estragar minha leitura. Ah, essa capa é linda, Sussurro teve Patch, Crescendo Nora e agora os dois. Own.
Sinopse: The noise between Patch and Nora is gone. They’ve overcome the secrets riddled in Patch’s dark past…bridged two irreconcilable worlds…faced heart-wrenching tests of betrayal, loyalty and trust…and all for a love that will transcend the boundary between heaven and  earth. Armed with nothing but their absolute faith in one another, Patch and Nora enter a desperate fight to stop a villain who holds the power to shatter everything they’ve worked for—and their love—forever]

Bom, espero que tenham gostado das novidades! Estão curiosos para ler algum? Deixem suas opiniões nos comentários!
Gabi
Ah, enquanto eu escrevo isso, estou ouvindo  (sim, ouvindo) o primeiro capitulo de Sussuro em inglês, no site da Becca Fitzpatrick, é super legal haha -> http://beccafitzpatrick.com/

12 de junho de 2011

Dia dos Namorados

Eu tenho vários posts que eu poderia colocar aqui hoje, meus casais favoritos, resenha de Lonely Hearts Club... Mas, como eu não tenho namorado, eu não percebi que eu poderia esperar para colocar eles no blog. Bom, então vou falar um pouquinho sobre isso. Casais de livros e minhas visões sobre tudo isso.

Para inicio de conversa, o dia dos namorados é uma data comercial. Afinal, os namorados devem se amar e se tratar bem todos os dias, mas acabou se tornando esse O dia. E se tornou O dia de depressão para os solteiros. Mas o que tem de tão ruim estar sozinha (o)?

Bom, como a Penny Lane de Lonely Hearts Club diz, absolutamente nada. Meninos só servem para nos magoar. E eu concordo, mas quem namora não concorda e tem uns 20% de mim que também dizem que ter um namorado deve ser incrível. Eu estou lendo Crescendo da Becca Fitzpatrick, chorei ontem a noite, passei a noite toda sonhando com a Nora e o Patch e minha manhã foi uma tristeza só. Por quê? Nem tudo na vida é perfeito, sempre tem gente se metendo onde não é chamada e estraga tudo (Marcie Millar feelings).

Acho que devemos ter orgulho de estarmos sozinhos. Antes só do que mal acompanhada, e essa é uma frase que eu  concordo 100%. E então sonhamos com os príncipes. Michael Moscovitz, Jesse, Edward, Leo, Christian, John, Will, Noah, Ryan, Patch essa lista é infinita.

Noah esperou Allie por anos, com aquela esperança mínima que ela voltaria. Michael continuou amando Mia mesmo com um oceano entre eles. Leo, mesmo em anônimo, foi um fofo com a Fani enquanto ela estava na Inglaterra. Ryan foi conquistando Penny aos poucos. Patch já levou uma abordagem diferente, mas de tirar o fôlego.

Todos têm seus lados ruins, mas fazem cada coisa que nos deixa suspirando certo? Bom meninas, eles são personagens de livros! Os meninos da nossa vida real não são assim, tem uns que se salvam (aleluia), mas não podemos esperar que todos façam o que esses fizeram. 

Finalizando meu post especial do Dia dos Namorados, que está mais voltado para as solteiras porque eu não sei a sensação de passar o dia dos namorados namorando (me digam nos comentários, please) então, se está sozinha, levante essa cabeça, leia um livro, ouça músicas (felizes ok?), ria com as amigas e sinta-se bem com isso. É só um dia, e nosso dia vai chegar. Quando for a hora tudo se resolve, se não aconteceu ainda é porque algo melhor vai acontecer no futuro.

Livros que eu recomendo:
Lonely Hearts Club - Elizabeth Eulberg
Feios - Scott Westerfeld (porque não tem muito romance, dai a gente não fica naquela depressão toda)
Harry Potter - J.K. Rowling


E se quiserem livros românticos:


A Última Música - Nicholas Sparks
Querido John - Nicholas Sparks
Diário de uma Paixão - Nicholas Sparks
O Milagre - Nicholas Sparks
Fazendo Meu Filme - Paula Pimenta
A Garota Americana - Meg Cabot

Bom, foi um post com muito texto, mas eu achei que precisava dizer isso. Não há problema nenhum em não estar namorando. "Nossa hora vai chegar e até lá, não adianta ficar sofrendo, seja feliz! Feliz, feliz, feliz! Quando vocês menos esperarem, puff, acontece."

Esse é um post voltado as meninas, mas como sei que tem uns meninos que leem o blog, meus conselhos vão para vocês também. Nossa hora vai chegar e até lá, não adianta ficar sofrendo, seja feliz! Feliz, feliz, feliz! Quando vocês menos esperarem, puff, acontece.

Gabi

Li até a página 100 e... #4


Meme do blog: Eu Leio, eu conto.

Livro: Crescendo - Becca Fitzpatrick (Hush Hush #2)

Primeira frase da página 100:Scott e eu nos separamos. Encontrei Vee na mesa, com metade do último donut já devorada.

Do que se trata o livro? O livro é a continuação de Sussurro, que eu já postei resenha aqui.  Eu não quero dar spoilers então vou contar parecido como conta a orelha do livro. Nora está tendo problemas com Marcie Millar. Não que isso fosse novidade, mas agora Patch está envolvido. O que ele passa tanto tempo com Marcie? Um velho amigo de família retorna e Nora começa a suspeitar que ele esconde algo. E ela também começa a ter visões do pai. E quer descobrir o que realmente aconteceu naquela noite.

O que está achando até agora?O livro está ótimo. O inicio é bem triste e eu fiquei bem tristinha com o rumo que a história levou. Mas faz parte né, é super bem escrito e eu quero muito saber o que irá acontecer. Quero ver se Patch se redime comigo.

O que está achando da protagonista? A Nora está um pouco orgulhosa demais, ela não anda pensando muito antes de falar, mas querem saber? Eu entendo totalmente ela. A situação que ela se encontra, eu faria exatamente a mesma coisa. Ela tem todo o direito de ficar brava e com ciúmes, e têm muitas informações soltas na vida dela que ela precisa achar uma razão para tudo isso estar acontecendo.
 Melhor quote até agora:
-Por que você está quieta, Anjo?
Imediatamente, prestei atenção nele.
-Quieta, eu? Estou apenas perdida em meus pensamentos.
Um sorriso ligeiro ergueu os cantos da boca de Patch.
-Mentirosa. O que há de errado?
-Você é bom nisso – respondi.
O sorriso dele aumentou minimamente.
-Sou muito bom.
 Vai continuar lendo?Sem dúvidas nenhuma. Preciso desesperadamente descobrir o que vai acontecer.

Última frase da página:Com as palavras de Vee, também senti calafrios percorrendo minha espinha.

Espero que tenham gostado! Se quiserem responder esse meme, não esqueçam de colocar o banner! E me avisem aqui para que eu possa dar uma olhadinha.
Gabi

10 de junho de 2011

Book Blogger Hop #10: Empréstimos

Meme do blog Murphy's Library. Cada semana tem uma pergunta diferente e vários blogueiros respondem. A ideia é mostrar a diversidade de blogs literários que temos no Brasil—e conhecer um pouquinho mais dos blogueiros também.

A pergunta dessa semana é:

Em virtude do grande número de comentários dos nossos leitores em relação ao estado que os livros da Maeva voltaram de Blog Tours realizadas pelo blog, queremos saber: Vocês são egoístas com seus livros? Emprestam pra quem pedir? Não emprestam de jeito nenhum?

Bom, esse é um assunto delicado. Eu cuido muito bem dos meus livros, chego a ser chata mesmo. Tenho todos direitinhos na estante e tudo bonitinho. Eu não chego a ser egoísta, mas eu só empresto para pessoas que eu tenha contato diariamente e que eu sou próxima. Porque essas pessoas sabem das minhas neuroses. Normalmente, eu não preciso emprestar muito porque não tenho muitos pedidos. Eu dou uma chance, empresto um livro. Se o livro voltar as condições que eu emprestei, não vejo porque não emprestar outros. Acho que é uma forma de espalhar o bichinho da leitura por aí, mas se o livro volta em condições terríveis, eu não emprestaria mais. Acho que a pessoa deve ter bom senso e ver que o livro não é dela e que ela não pode fazer tudo que quer.

Eu vi os posts que as meninas do Murphy's library reclamaram do estado dos livros que retornaram, e eu fiquei chocada! Como alguém faz aquilo com os livros? Elas mostraram nas caixinhas do correio e eu fiquei pasmada. A pessoa entra no blog tour e o mínimo que deveria ter é respeito pelas meninas que disponibilizam livros incríveis para leitura. Bom, acho que livro merecem ser muito bem cuidados. Independentemente de quem é. Seja seu seja meu, cuide bem dos livros.

Se tiverem blogs e quiserem responder essa pergunta, não esqueçam de deixar o link lá no Murphy's Library para todos poderem conferir suas respostas. Se não, podem comentar aqui com a resposta que eu terei prazer em ler :)

Gabi

9 de junho de 2011

E os vagalumes...

(Fiz esse banner para essa sessão do blog, está meio fora de foco, mas eu ainda estou arrumando um melhor)

E os vagalumes é um post semanal que será feito todas as QUINTAS feiras com textos retirados dos meus livros favoritos ou textos que eu escrevi.
Em primeiro lugar, desculpem por abandonar esse tag na semana passada. Eu realmente me esqueci. E para não acontecer mais, eu mudei para quintas-feiras que eu tenho mais tempo livre.
Bom, uma amiga minha pediu para eu postar mais textos meus aqui. Eu fico meio sem graça, mas vamos lá. Vou tentar postar mais seguido, mas ainda vou colocar textos de livros, acho melhor de comentar.
Para essa semana, eu escolhi um textinho que eu escrevi no inicio da semana, ele é bem fantasioso e depois eu explico mais:
Salve-me Romeu!
E eu simplesmente consigo entrar nos maiores devaneios do nada. Em qualquer instante. É só alguém insinuar algo ou me deixar pensando em algo que eu vou. Vou e demoro a voltar. Porque um pensamento puxa o outro e quando eu vejo já estou com uma vida inteira sonhada. E nessa vida, eu só pessoas completamente opostas dependendo do meu dia. Hoje, sou uma princesa que é resgatada por um príncipe de armadura. Ele passa por infinitas barreiras e muitos kilometros cavalgados para chegar até a torre onde eu me encontro, presa. E eu o observo pela minha pequena janela, ele vem com a espada na mão, mata os dragões que encontra no caminho e começa a escalar a torre ao meu encontro. E ele chega à janela e me tira de lá, e cavalgamos juntos até o por do sol. Onde ele me beija e eu ah... Acordo.
COMENTÁRIO
Bom, na verdade, não tem muito que explicar. Eu realmente consigo entrar em devaneios do nada e eu viajo mesmo. Eu viajo assim na segunda-feira e escrevi isso depois. Acho que na verdade, tem um sentido interno esse texto. É desejar que algo assim aconteça, todos sabem que príncipes não existem (vou escrever melhor sobre isso em breve), mas ainda assim, todas temos esse desejo interno de achar um. Temos essa esperanças que nunca morre que tudo vai dar certo no final, e que ele está nos esperando, em algum lugar por ai. Eu tenho infinitos textos sobre desilusões, decepções, tristezas e coisas desses gêneros, esse é um dos felizes que escrevi nos últimos dias e queria postar algo feliz hoje. E o Acordo no final do texto é porque uma hora, eu acabo voltando à realidade e percebendo que era só um sonho. E que isso não tem muitas chances de acontecer.
Bom gente eu espero que tenham gostado. Eu estou preparando um post especial para o Dia dos Namorados, então fiquem ligados no dia 12. Até lá, não se esqueçam dos comentários que sempre me deixam muito feliz! Deixem suas opiniões sobre esse texto, e se querem ler mais do que eu escrevo.

8 de junho de 2011

Da livraria para a minha estante #5

Da livraria para minha estante é um tipo de post onde eu mostrarei o que eu comprei/ganhei na semana:



Especiais - Scott Westerfeld

Depois de dois meses na lista dos desejados eu finalmente tenho ele em mãos! Como ele chegou agora, entrou na fila de espera. Tenho ainda dois livros na frente dele e tenho que ver a data do livro que eu tenho que ler para a escola. Mas em breve vou fazer resenha dele. Ele é o último livro da série Feios, é ele quem termina a história de Tally. Tem Extras depois, mas pelo que eu li, vai abranger outros personagens e mais informações sobre esse mundo. O final de Perfeitos não foi bem um final, deixou muitas perguntas sem respostas e muitos vácuos na história e eu estou desesperada querendo saber o que aconteceu com a Tally. Quero ver se tem mais romance nesse livro, algo que eu senti um pouquinho de falta dos dois primeiros e ver se a Shay se redime um pouco porque eu fiquei com muita raiva dela no último.
Bom, acabei escrevendo um texto enorme, mas eu só tinha esse novo e não queria fazer um post muito pequenininho. Se quiserem deixar suas opiniões sobre esse livro, comentários são sempre bem vindos.
Se quiserem seguir o blog no twitter, fiquem a vontade @livrosvagalumes
Gabi

7 de junho de 2011

Resenha: Lonely Hearts Club - Elizabeth Eulberg

Editora: Intrínseca

Penny Lane está cansada dos garotos. Afinal, eles só servem para magoar as meninas e afastá-las de suas amigas. Eles são o inimigo. Após uma grande decepção, ela resolve criar um clube. O Lonely Hearts Club, inspirado pelos Beatles. E esse clube, irá trazer algumas mudanças na escola dela. E o clube vai crescendo, porque ela não é a única a estar farta de meninos.
Fiz uma sinopse curtinha porque eu acho que essa é basicamente a história do livro, se eu for ficar contando mais ficará muitos spoilers e eu acho injusto com quem não leu ainda. Bom, eu vi que tinha que ter esse livro, e principalmente pela frase da capa:
Porque ninguém precisa de um namorado para ser feliz.
Eu podia ter lido o livro em dois dias, mas fiquei prolongando a leitura porque eu não queria que terminasse, queria mais e mais. O tema abordado é algo que faz tanta parte da nossa realidade que a leitura se torna tão gostosa e divertida. Os personagens são mais reais impossíveis! Todos têm seus defeitos, e isso é algo que eu adoro quando os autores não criam personagens perfeitinhos, me dá raiva porque ninguém é perfeito. A gente sempre acaba estragando tudo na pior hora, né Penny?
Eu adorei a Penny, justamente por isso, ela comete erros, ela diz coisas que não precisava, mas ela também é forte. E a parte forte dela, dá esperanças que quem quer que esteja lendo o livro que nós realmente, não precisamos de ninguém além de nós mesmos e algumas amigas para sermos felizes. Todd e Nate são os típicos meninos que aparecem na nossa vida, podem ser a pessoa mais querida quando querem, mas também podem ser uns idiotas.


"Dan, Derek e Darren – e isso foi apenas no segundo ano. Eu fui traída, enganada e usada. A lição que eu aprendi? Ficar longe de caras cujos nomes começasse com a letra D, já que eles eram todos o Demônio "(p. 20)
As integrantes do LHC são todas meninas reais! Elas se apoiam e conseguem mostrar que a amizade supera qualquer coisa. E que a amizade é muito importante.
Mas todo o livro tem um personagem fofo, como o Ryan! Eu suspirei muito nas partes dele, mas ele também tem os defeitos. Ele não é perfeito gente!
Bom, essa resenha está ficando muito grande. Eu tenho muito para falar sobre o livro, mas resumindo: Eu adorei, adorei e adorei. Talvez seja porque eu estava precisando ler um livro assim no momento, e talvez quando eu tiver um namorado e eu leia eu pense diferente – mas esse não é o caso no momento.