9 de junho de 2011

E os vagalumes...

(Fiz esse banner para essa sessão do blog, está meio fora de foco, mas eu ainda estou arrumando um melhor)

E os vagalumes é um post semanal que será feito todas as QUINTAS feiras com textos retirados dos meus livros favoritos ou textos que eu escrevi.
Em primeiro lugar, desculpem por abandonar esse tag na semana passada. Eu realmente me esqueci. E para não acontecer mais, eu mudei para quintas-feiras que eu tenho mais tempo livre.
Bom, uma amiga minha pediu para eu postar mais textos meus aqui. Eu fico meio sem graça, mas vamos lá. Vou tentar postar mais seguido, mas ainda vou colocar textos de livros, acho melhor de comentar.
Para essa semana, eu escolhi um textinho que eu escrevi no inicio da semana, ele é bem fantasioso e depois eu explico mais:
Salve-me Romeu!
E eu simplesmente consigo entrar nos maiores devaneios do nada. Em qualquer instante. É só alguém insinuar algo ou me deixar pensando em algo que eu vou. Vou e demoro a voltar. Porque um pensamento puxa o outro e quando eu vejo já estou com uma vida inteira sonhada. E nessa vida, eu só pessoas completamente opostas dependendo do meu dia. Hoje, sou uma princesa que é resgatada por um príncipe de armadura. Ele passa por infinitas barreiras e muitos kilometros cavalgados para chegar até a torre onde eu me encontro, presa. E eu o observo pela minha pequena janela, ele vem com a espada na mão, mata os dragões que encontra no caminho e começa a escalar a torre ao meu encontro. E ele chega à janela e me tira de lá, e cavalgamos juntos até o por do sol. Onde ele me beija e eu ah... Acordo.
COMENTÁRIO
Bom, na verdade, não tem muito que explicar. Eu realmente consigo entrar em devaneios do nada e eu viajo mesmo. Eu viajo assim na segunda-feira e escrevi isso depois. Acho que na verdade, tem um sentido interno esse texto. É desejar que algo assim aconteça, todos sabem que príncipes não existem (vou escrever melhor sobre isso em breve), mas ainda assim, todas temos esse desejo interno de achar um. Temos essa esperanças que nunca morre que tudo vai dar certo no final, e que ele está nos esperando, em algum lugar por ai. Eu tenho infinitos textos sobre desilusões, decepções, tristezas e coisas desses gêneros, esse é um dos felizes que escrevi nos últimos dias e queria postar algo feliz hoje. E o Acordo no final do texto é porque uma hora, eu acabo voltando à realidade e percebendo que era só um sonho. E que isso não tem muitas chances de acontecer.
Bom gente eu espero que tenham gostado. Eu estou preparando um post especial para o Dia dos Namorados, então fiquem ligados no dia 12. Até lá, não se esqueçam dos comentários que sempre me deixam muito feliz! Deixem suas opiniões sobre esse texto, e se querem ler mais do que eu escrevo.

3 comentários:

  1. Sem comentários. Faz um bom tempo que estou tentando escrever meu comentário mas apago em seguida... Então, pois é. A gente vê que acorda quando percebe que vai passar o dia dos namorados estudando. HAHAHAHAHA!

    ResponderExcluir
  2. Adorei o final!
    E o que você comentou, é verdade. Todas nós, no fundo, sonhamos com um conto de fadas.

    Me avise quando postar algo mais que escreveu. Gostei muito!

    Beijos.

    Nataly Nunes
    http://critiquinha.com.br/

    ResponderExcluir
  3. Bem eu... Eu vivo sonhado, não só com o principe encantado, mas de todas as formas sempre acabo acordando e a sensação as vezes é de desapontamento, já que sei que tudo aquilo que sonho provavelmente nunca se realizará, principalmente quando se trata de principes...

    ResponderExcluir