14 de outubro de 2011

E os vagalumes...

Post atrasado, sorry. Me atrapalhei devido ao feriado na quarta. Antes tarde do que nunca!


Tenha em mente que as pessoas mudam, mas o passado não – Becca Fitzpatrick, Sussurro.

Um dos meus livros favoritos de todos os tempos conta com essa quote. Eu comecei a usar o GoodReads (Um skoob americano) e uma parte muito legal que eles tem são as quotes, são muitas e eu passo boas horas lá. Enfim, vamos falar sobre essa?

Acho que isso é o que mais machuca. Ver a pessoa mudada, totalmente diferente do que era antes, mas as memórias ainda são vivas. E o desejo para que a pessoa ainda fosse daquele jeito, é enorme. Eu sou a favor das mudanças, sempre, mesmo que difíceis. Todavia tem gente que muda para pior, que muda só para se encaixar em tal grupinho, só para ser como os outros. Isso eu não consigo entender ou tolerar.

Eu não acho que o amor mude. As pessoas mudam, as circunstâncias mudam – Nicholas Sparks.

E não quer dizer que o que aconteceu no passado não foi real, não significa que tudo fora uma mentira. Na época, era real, era verdade. Mas as pessoas mudam, e tudo muda junto. E de repente, a pessoa que tu tanto gostavas, tanto sente falta, não existe mais. Porque ela mudou.

E é difícil, sei que é, aceitar essa mudança. Porque a saudades que sente da antiga pessoa é imensurável e dói demais. Dói demais pensar que mesmo que vocês se falem, não será a mesma coisa. Nunca será a mesma coisa.

Contudo eu acredito que tudo acontece por um motivo, acredito que as pessoas entram na nossa vida por um motivo, marcam nossa vida – tanto positiva quanto negativamente – e depois, vão embora. Sempre vão embora, umas cedo e outras tarde. Mas elas sempre vão depois de fazerem seu trabalho.

E é difícil, porque algumas marcam demais, deixam muitas marcas, cicatrizes ou até mesmo memórias para serem lembradas. Quanto mais memórias, mais difícil é o esquecimento.

The End. Espero que tenham gostado do post atrasado dessa semana! O que vocês pensam sobre isso?

Gabi

3 comentários:

  1. Ai que duas frases lindas! Vou anotar! Concordo com as duas, por mais que, em relação a segunda, eu não tenha presenciado nada que me fizesse ter "provas" da veracidade dela, mas né?! Leitores são sonhadores e fim. E é verdade, muito difícil levar consigo a sombra do que alguém já foi e ver que as coisas jamais serão as mesmas. Mas no final tudo da certo :)

    ResponderExcluir
  2. Ni: Eu não sei se já vivi a segunda, depende se a outra pessoa já gostou de mim hhaha. No final dá tudo certo porque a gente percebe que não adianta mais sentir falta de alguém que nem mais existe :)

    Gabi

    ResponderExcluir
  3. Gabi, curti muito essa sua coluninha viu! Acho muito legal analizar os livros que lemos numa perspectiva mais atual e lançando tudo no social. O primeiro quote, como você disse, mudanças são importantes, mas muita gente muda para a pior. Não sei se é por fraqueza (sabe? Pender para um lado só para ser considerado igual) ou não ter personalidade para mudar para a melhor. Acho isso muito triste e não é apenas uma ou duas pessoas que vemos isso, mas hoje em dia, muitos jovens não possuem caráter suficiente para serem eles mesmos e buscam serem aceitos!

    Quanto ao segundo quote, não sei... Eu acho que em certos momentos, o amor muda sim. É como dizem, é como uma plantinha, sabe? Devemos regar diariamente, podar, adubar, são fatores importantes para que ele cresça. Mas se não houver colaboração e esforço ele muda, e muda para pior. Em alguns pontos nos livros do Sparks eu descordo de algumas frases, mas está tudo no contexto da estório.

    Mais uma vez, amei a coluninha! (:

    Beijos!
    www.pronomeinterrogativo.com

    ResponderExcluir