10 de janeiro de 2012

Estive pensando... #3

Oi

      Essa coluna desapareceu por aqui não? Desde o natal, eu tenho escrito um post sobre e-books X livros físicos para postar no blog, mas meu lado perfeccionista não me permitia postar até o texto estar bom aos meus olhos. Decidi que melhor do que está não fica. Espero que gostem!

Se me perguntassem um ano atrás o que eu achava de e-books, diria que não gostava. Resolvi escrever esse post, justamente, porque se me perguntarem agora, a minha resposta mudou um pouquinho.
Ganhei de natal o Kindle, então minhas opiniões sobre leitura em e-book, serão baseadas no que eu achei enquanto lia no Kindle. O e-book se mostrou para mim uma alternativa. Porque eu comecei a querer mais livros que não foram lançados no Brasil ainda ou que não vão lançar. Ou, o fato que muitos livros que eu quero ler custam muito caro e eu acabaria não lendo eles, se não tivesse essa alternativa.
 O livro que eu li em e-book foi Tão Ontem do Scott Westerfeld, um livro que eu queria fazia muito tempo, mas o preço era alto e sempre que eu via o livro nas livrarias ele estava muito estragado. Então, eu provavelmente não teria lido esse livro se não fosse o e-book.
Eu não consigo ler muito no computador porque fico com uma dor de cabeça insuportável, mas com o Kindle não tenho esse problema porque a tela não emite luz, é como se fosse à folha de um livro mesmo.
Acho que agora, ler em e-books vai me capacitar ler mais livros, livros que eu quero ler faz tempo.
Não substitui os livros de papel, esses são insubstituíveis para mim. Acho que nada substitui a sensação de ter o livro em mãos, de poder colar post-its nele, de tê-lo na estante e tudo mais, mas assim, pelo menos o lado impaciente meu que quer ler sempre o que não foi ainda lançado aqui estará satisfeito.
Esse é um tema polêmico, tem gente contra e a favor. Eu não me considero contra, porque realmente, eu vou poder ler mais e será mais prático para mim. Se vale a pena? No meu caso está valendo, mas eu ainda acho os e-books brasileiros caros. Acho que em promoções na internet os livros podem ser encontrados pelo mesmo preço. Mas os e-books em inglês valem a pena sim.

---
 Depois de quase duas semanas com o texto guardado, espero que tenham gostado! Não vou abandonar essa coluna tão cedo, tenho mais uma ideia de post. Só preciso sentar e escrever! É um assunto que eu andei pensando bastante nos últimos tempos.

Gabi

10 comentários:

  1. Muito bom, Gabi!
    Concordo com você, os livros físicos são insubstituíveis!
    Eu sou contra essas teses de que daqui uns anos não terá mais livros. Imagina! Tudo digitalizado, aaaaah sei lá! Não gosto, não...
    Pode ser prático e tal, mas fico com minha biblioteca particular.
    Adorei sua post, Gabi, bjão!

    ResponderExcluir
  2. Concordo - Ebook é uma alternativa, e pedras não devem ser jogadas. Concordo com tudo. Adoro ler em Ebook, já me acostumei, mas amo ler livros impressos porque a sensação de ter o livro em suas mãos já deixa a leitura mais gostosa. Duvido que livros físicos acabem - existe a lasanha de microondas, mas nem por isso todo mundo deixou de fazer lasanha do modo tradicional! Compreende o que eu digo? HAHAHAHA. Aliás, eu prefiro lasanha ao modo tradicional. Beijo Gabi!

    ResponderExcluir
  3. Ebook é algo que veio pra auxiliar na leitura :} Mas os livros físicos são mágicos! Sei lá, acho que nunca vou trocar uma boa página em minha mão por uma tela :/ haha

    Adorei o post.

    Igor Gouveia.
    25conto.blogspot.com

    ResponderExcluir
  4. Olha, não tenho nada contra quem gosta de ler e-book eu particularmente não consigo, mesmo em um Ipad eu não consegui, então decidi que simplesmente não é para mim, e o único jeito é lascar meu bolso e comprar mesmo (e se a coragem aparecer voltar para o inglês, e aprender de uma vez por todas). A única coisa que me incomoda é que se os livro de papel acabarem eu estou perdida D: Só isso haha

    Rafa

    ResponderExcluir
  5. Oi Gabi, adorei o post! Gostaria de saber aonde foi que você comprou o kindle

    ResponderExcluir
  6. O post ficou ótimo!!
    Eu já li e-book. Uma vez apenas. Consegui ler tudo, mas fiquei com muita dor de cabeça depos. Por isso, decidi não ler mais pela tela do computador.

    Mas, como vc disse que o Kindle não emite luz, provavelmente mudaria de idéia e faria a experiência de ler. Afinal, é mesmo uma alternativa. Tem livros que não leio por causa do preço.

    Bjs ;)

    ResponderExcluir
  7. Thaila: Comprei no site da Amazon!

    ResponderExcluir
  8. Oi Gabi!

    Gostei muito do post. Eu leio algumas coisas em e-book, mas todos no notebook! Pelo que já li a respeito do kindle, é muito mais agradável lê-lo. O único impedimento para que eu adquira um é que não leio em inglês... Como vc mesma apontou, os e-books daqui são caros, não vale a pena compra-los se for comparar a um livro impresso. Se eu lesse em inglês ou os e-books daqui tivessem maior facilidade para serem adquiridos, com certeza um Kindle seria uma ótima opção.

    Não acho que os livros impressos serão relegados ao esquecimento no futuro porque nada se compara ao prazer de colecioná-los, tê-los em uma estante, cheirar as páginas, etc.

    Fica o Kindle com uma alternativa viável, mas acho que não vale muito a pena (por enquanto) se você não lê em inglês...

    Beijos
    Adriana - Mundo da Leitura

    ResponderExcluir
  9. Oi Gabi! Eu acho muito legal o kindle! Quero dizer, nunca tive a oportunidade de ver um cara a cara (Risos) mas acredito que deve ser uma alternativa, assim como você colocou, bacana tanto para ler os livros que ainda não foram lançados por aqui, quanto, por exemplo, quem vai ter que ficar o dia todo na faculdade com algumas janelas e não pode levar muito peso - vide eu. Imagina, se desse pra gente transformar os livros de papel pelo menos um momento em arquivo pra levar por ai, ia facilitar muito as coisas! Concordo, tem ebook por ai que custa quase o preço do livro impresso! Sacanagem kkkk :D

    bjs!
    Carol - Open page

    ResponderExcluir
  10. Oi Gabi!

    Concordo plenamente com o seu texto, ele é ótimo, principalmente para esses livros difíceis de achar e/ou caros.

    ResponderExcluir