31 de maio de 2012

Resenha: Cordeluna - Élia Barceló


Editora: Biruta
Cordeluna conta a história de um casal que foi separado por uma maldição há mil anos atrás. Eles se reencontram nos dias atuais, e talvez, dessa vez, eles consigam finalmente ficar juntos.
Comecei a ler sem muitas expectativas, não sabia muito que esperar do livro e me surpreendi. A narrativa da autora é muito bem trabalhada, eu me senti na Idade Média, me senti na pele dos personagens e eu simplesmente adoro quando isso acontece.
Eu demorei um pouquinho no inicio para entrar na história, para ver que rumo a autora iria seguir, mas logo depois, já não conseguia mais soltar o livro. A narrativa altera entre passado e presente e é viciante. É uma história maravilhosa, inteligente e diferente.
Eu adoro história, então ler algo ambientado na Idade Média, sendo essa época retratada muito bem, com todos seus costumes, foi algo muito bom.
Nunca tinha lido nada de autores espanhóis, e foi uma ótima primeira experiência. Foi como fazer uma viagem há mil anos atrás, uma ótima viagem.
Os personagens ao se reencontrarem no presente, sentem uma conexão inexplicável e começam a ter sonhos, onde elementos do passado tentam se comunicar com eles. Nessas horas eu simplesmente ficava vidrada nas páginas querendo saber o que iria acontecer. Sabe quando você senta para ler, não percebe o tempo passar e quando olha no relógio já se passaram duas horas e faltam pouquíssimas páginas para o livro terminar? Foi assim minha leitura de Cordeluna.
E vendo com um olhar estético, Cordeluna é também, um livro lindo. A diagramação interna é muito bem trabalhada, a revisão de texto, os desenhos, a capa... Tudo é lindo. Recomendo muito! É diferente do que eu estou acostumada a ler, mas vale muito a pena.

7 comentários:

  1. Oi, Gabi!
    Eu também recebi esse livro, mas, como disse, não sou eu quem vai ler. Um amigo meu, novo colaborador do blog, já leu e em breve fará uma vídeo-resenha. Ele curtiu a leitura.
    Eu gosto quando isso acontece, de nos sentirmos na pele dos personagens, é sinal de que os autores fizeram um bom trabalho.
    Eu tenho vontade de conhecer a história, mas realmente estava com muita coisa para ler, aí não rolou.
    Ah, mas eu vi o livro e é realmente muito bonito. Adorei a arte gráfica!
    Beijão!

    ResponderExcluir
  2. Acredita que eu tinha uma visão COMPLETAMENTE diferente deste livro?! Eu achava que ele falava sobre uma Academia de Cavaleiros meio Harry Potter (oi?!).

    Sério, agora tô me perguntando de onde eu tirei esta idéia... Rsrsrs

    Mas, mesmo ele não sendo NADA do que eu esperava (nem dava, né?! Rsrsr), eu ainda estou morrendo de vontade de ler este livro. '')

    Henri B. Neto
    ''Na Minha Estante''

    ResponderExcluir
  3. Oie Gabi
    Parabéns pela resenha, já fiquei apaixonada pela história, adoro quando são ambientados na idade média.

    E acho que quando a narrativa fica variando entre presente e passado, faz com que a gente fique mais vidrada e curiosa para saber o desenrolar das coisas.

    Não conhecia o livro, mas já vai p a minha listinha de desejados!!!

    Bjs
    Amanda
    http://leituraentreamigas.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  4. Estou participando do BT deste livro!! Espero recebê-lo logo, até agora só li boas resenhas sobre ele. Cada vez mais estou curiosa!!

    Beijos
    Ann G. anngominho.blogspot.com

    ResponderExcluir
  5. Eu também amo História, e só por ter elementos históricos e ser ambientado na Idade Média já me interessaria por esse livro, lendo sua resenha, falando dele por completo, me interessei mais ainda *O* Acho que também nunca li nada de um autor espanhol. Hm.

    Beijos
    Meu outro lado

    ResponderExcluir
  6. Se você não fizesse resenha eu jamais me interessaria por ele, sério. Julgaria direto pela capa (que tem cara de história de aventura), se chegasse a tanto - acho que não iria reparar no livro. Mas que amor, também nunca li nada de escritores espanhóis (não que eu me lembre). Gostei, quem sabe um dia?

    ResponderExcluir
  7. Oi

    Eu também demorei a entrar na história com tantas idas e vindas, mas achei muito bonito e bem escrito.

    :)

    ResponderExcluir