6 de julho de 2012

Estive pensando... #5



Sabe a aquela sensação de quando você termina um livro e sente um vazio dentro de si? Como se uma parte sua tivesse sido arrancada? Passam-se dias e dias e aquele livro continua constantemente nos seus pensamentos? É incrível, não?

Eu gosto de divagar sobre diversos assuntos. Devem ter percebido. O assunto de hoje é: livros marcantes.  
Eu gosto de livros que me mudam. Livros que impactam a minha vida. Livros que começam a fazer parte de mim. Não são todos livros que isso acontece, são raros, mas quando eu leio um, é uma felicidade sem fim.
Sempre digo que as pessoas que entram na nossa vida sempre deixam uma marca, seja essa boa ou ruim. Bom, os livros são iguais. E esses são alguns livros que deixaram uma marca muito grande em mim:

Um deles (alguém adivinha qual vai ser? Alguém?) é o The Fault in Our Stars do John Green. É um livro incrível. Personagens incríveis, uma mensagem incrível e uma história incrível. Eu sempre vou ter um pedacinho do Augustus e da Hazel em mim. E sempre vou ter as maravilhosas frases do John Green comigo. Looking for Alaska entra nessa categoria também. 

As Vantagens de ser Invisível do Stephen Chbosky.(resenha em breve!) É diferente de tudo que eu li, mas eu senti uma conexão com o personagem que nem eu entendo. O livro mudou meu conceito de ser ‘invisível’. O conceito de ser um ‘wallflower’.

A Esperança da Suzanne Collins. É intenso, é cruel, é impactante. Eu precisei de dois dias para me recuperar emocionalmente depois que terminei o livro. Eu me coloquei no lugar da Katniss e senti em mim o que ela sentiu.

Os treze porquês do Jay Asher. Percebi o impacto que as pessoas podem causar na vida dos outros e nem perceber. Eu adoro analisar relações humanas, e esse livro me fez abrir os olhos para isso. Quantas vezes magoamos pessoa e nem sabemos disso?

Fahrenheit 451 do Ray Bradbury (resenha em breve!). Esse livro me deixou pensando sobre livros. E sobre como os livros impactam e mudam a vida das pessoas. Como os livros fazem as pessoas pensarem e tudo que é explorado nessa distopia.
Tem mais, se fosse falar sobre todos o post ficaria muito grande. Mas na lista vocês encontram Cidade Mágica, O apanhador no campo de centeio, Morro dos ventos uivantes e Feios. Esses são livros que mesmo que eu já tenha lido há algum tempo, eu não os devolvi na estante e a nossa ‘história’ terminou. Eu tenho frases deles guardadas na memória. Tenho lições que tirei deles. Tenho um pedacinho deles dentro de mim. 
Tem algum livro que deixou uma marca em vocês?

Gabi


11 comentários:

  1. PRECISO comentar que quero todos os livros da sua lista? (Menos "A Esperança", porque eu já li, e não é um dos meus favoritos). Preciso ler livros que me marquem, porque os que realmente me marcaram foram lidos há muito tempo. O último foi "Cidade Mágica", mas o resto é composto por, basicamente, romances, chick-lits... O que era divertido, mas está ficando um pouco cansativo. Quero para ontem os livros que você citou!
    Beijão, Gabi!

    ResponderExcluir
  2. O livro que marcou até agora foi "Delírio" da Lauren Oliver, toda vez é essa mesma resposta para essa pergunta:) eu amei o livro!
    E dos que você citou quero muito "Fahrenheit 451" que vi a resenha a pouco tempo e adorei!

    beijos..

    ResponderExcluir
  3. ADOREI esse post! Vc só falou de livros que eu amo amo amo e que também deixaram uma marca em mim!
    O único que ainda preciso ler é Fahrenheit 451, vou começar a ler hoje! :)
    Esse tipo de livro, que de alguma forma muda sua vida e te marca, são meus favoritos. Não é à toa que já li quase todos desses que vc citou! :)
    Beijos!

    ResponderExcluir
  4. Adorei o post, Gabi!
    Realmente, há livros que são marcantes na nossa vida, que ao terminarmos a leitura ficamos sem reação, pensando no nele ainda. Adorei os que você citou, quero ler todos!
    Beijão!

    ResponderExcluir
  5. Dos que citaste só li "A esperança", mas todos os outros já estão na minha lista. Adorei o post! Realmente há livros que nos marcam pra sempre... E é tão divino *-*

    Beijos :*

    ResponderExcluir
  6. John Green não tem nem o que falar. Chega a dar um vazio existencial quando os livros dele terminam. As Vantagens de ser invisível tô lendo agora, só tive que dar uma parada porque minha saúde esses dias resolveu tirar férias e minha concentração pra leitura foi junto. Mas tô gostando. Muito. E eu tinha expectativas bem altas pra esse livro. A Esperança foi o final perfeito pra trilogia. Os treze porquês é o mesmo caso do TFiOS: terminou de ler = vazio existencial. FEIOS! FEIOS! Westerfeld é amor <3

    ResponderExcluir
  7. Ótimo texto.
    Tb tenho alguns livros que carrego comigo: "Para Sempre Alice", "O Enigma do Oito", "Três Destinos", "O Quarto"...
    Acho que por isso que os livros são tão fascinantes, eles nos trazem todo um mundo de descobertas.. sobre o mundo e sobre nós mesmos.

    Abraços xará
    Gabi
    sonhosaventuras.blogspot.com

    ResponderExcluir
  8. Livros marcantes foram poucos pra mim, foram duas séries que mexeram comigo, e não tenho vergonha de dizer, os livros dessas duas séries me influenciaram na época, me tocaram, me fizeram chorar, ficar com raiva, espernear, enfim, as duas séries são Twilight e Diários do Vampiro ♥ Outros que me marcaram foram: O morro dos ventos uivantes, A princesinha, Memórias Póstumas de Brás Cubas, enfim, não lembro de mais D: haha'
    Mas amei saber os livros que te marcaram, ainda preciso ler algo de John Green <3

    Beijos ><
    Meu outro lado

    ResponderExcluir
  9. Oii. Como são bons esses livros que nos marcam e nos deixam um bom tempo refletindo sobre o que aprendemos com eles.
    A respeitos dos que você citou, quero conhecer As Vantagens de Ser Invisível logo logo e também algum do Jonh Green. Além de estar super ansiosa para ler A Esperança.

    Se for para citar um livro que tenha me marcado, colocarei Jogos Vorazes na parte dos recentes e A Bolsa Amarela, lido quando tinha uns 8/9 anos.

    Beijos.
    Anna
    http://castanhadechocolate.blogspot.com

    ResponderExcluir
  10. O último livro que me marcou foi 'Travessuras de Menina Má', de Vargas Llosa, fantástico, mesmo porque estava sofrendo nas mãos duma menina má... rs. A grande maioria dos livros que eu leio acabam me marcando muito, porque normalmente eu escolho ler os clássicos.

    Livros de Dickens, meu escritor predileto, quase todos foram marcantes. Outros entre os mais marcantes foram 'Dom Quixote', 'Admirável Mundo Novo', 'O Guarani' (brincadeira.. rs), 'Quase Memória'... Tem muitoooosss..

    Gosto do fato de você escrever artigos usando as divagações como inspiração.

    ResponderExcluir
  11. Oi Gabi

    Ah é maravilhoso quando o livro marca e muda o leitor de alguma forma, tem alguns livros que me ajudaram muito, a superar algumas coisas. Da sua lista eu quero ler todos que não li.

    :)

    ResponderExcluir