19 de agosto de 2012

Resenha: Dizem por aí - Jill Mansell


Depois de ser deixada pelo seu namorado, Tilly resolve ir morar em uma pequena cidade onde sua melhor amiga mora. Lá, ela começa a trabalhar como uma faz tudo para Max, dono de uma empresa de design de interiores.
Apesar de a cidade ser pequena, muitas fofocas correm solta. Principalmente envolvendo Jack Lucas. Ele já tem muita fama e Tilly não quer ser apenas mais uma na sua lista.
Eu estou em uma fase complicada no quesito de leituras. Estou saturada de romances chick-lits. Todos tem a história parecida e acabou perdendo a graça para mim.
Eu não gostei muito desse livro, achei ‘mais do mesmo’. Nada muito inovador. É a receitinha de romances, só com algumas modificações. Quem gosta, muita gente gosta, provavelmente achará Dizem por aí um livro muito bom. Mas infelizmente, isso não aconteceu comigo.
Minhas resenhas são sempre honestas, essa não será diferente. É difícil de escrever, muito difícil, porque eu sei que eu não gostei, mas muita gente pode gostar. Os personagens não me agradaram e a história foi bastante previsível. Porém, é um livro divertido, um ponto positivo é que foi uma ótima maneira de passar uma tarde chuvosa de sábado.
A única personagem que eu gostei foi a Lou. Filha de Max. Ela tem treze anos e acho que se ela fosse a personagem principal teria sido melhor, a história dela acaba ficando em segundo plano e eu gostaria de poder ler mais sobre ela. O livro tem vários núcleos de personagens secundários, e alguns acontecimentos ficaram muito soltos. A autora falou sobre eles, mas na verdade, eu não achei que fossem essenciais para o seguimento da história.
Se você gosta do gênero, eu aconselharia você a dar uma chance para Dizem por aí. É um típico chick-lit, com todas as características que fazem os chick-lits tão adorados.

8 comentários:

  1. Adorei ler esse livro,é um livro que distrai as pessoas,adorei conhecer a história de Tilly,super engraçada!
    Sua resenha ficou ótima!Parabéns...
    http://fomesedeevontadedeler.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  2. Eu já li Dizem Por Aí e apesar de concordar que é uma história totalmente previsível eu gostei do livro. Foi uma leitura bastante agradável. Já leu o outro livro da autora? Uma Proposta Irrecusável? Eu achei melhor do que esse, mas segue a mesma linha então se você não gostou muito desse pode não gostar do outro rs'

    Beijo;*
    Naty.

    ResponderExcluir
  3. Eu amei a leitura de Dizem por aí, mesmo com o romance que deveria ser o principal não tendo muito foco, amei os outros personagens, já eu gostei mais do Max e o humor ácido dele <3 Tem clichês, mas achei super divertido ><
    Você tá lendo Charlotte Street né? Acho que nessa fase de estar saturada de chick-lits, esse livro pode não te agradar muito também :/

    Beijos ><
    Meu outro lado

    ResponderExcluir
  4. EXATAMENTE, também estou super saturada de chick-lits no momento, morrendo para ler alguma coisa histórica. MAS ESTOU DE RESSACA LITERÁRIA! É dia 20 e eu só li 3 livros! Comecei até Jane Austen e não tive ânimo de continuar (a verdade é que, estando em Inglês e naquela linguagem inglesa antiga e com palavras que ninguém mais usa, o livro meio que colaborou para a minha ressaca, admito). Oh, céus, Gabi. Enfim, desabafei aqui, mas o que eu gostaria de dizer é: não quero/vou ler "Dizem por ai" no momento!

    ResponderExcluir
  5. Oi Gabi

    Ah eu também as vezes estou mais do que cheia de "mais do mesmo", no caso chick lit só leio quando estou no clima, e eles precisam de algo especial para me agradar.

    :)

    ResponderExcluir
  6. Parece uma leitura bem levinha mesmo... realmente, tem cara de mais do mesmo. Talvez, pra gostar, tenha que estar num daqueles dias em que você PRECISA MUITO de algo leve e rápido.

    ResponderExcluir
  7. Poxa, é uma pena que você não tenha gostado tanto, logo esse que é um dos que estou mais curiosa para conferir da NC. Li a sua resenha ávida de curiosidade para saber o que não te agradou.
    Eu adoro chick-lit - mesmo sendo clichê e tal, acho que tudo depende da maneira como ele foi desenvolvido, porque o final geralmente é mega previsível mesmo - então espero gostar! Vamos ver rs
    Beijos, Gabi!

    ResponderExcluir
  8. Você jã leu a minha resenha, Gabi, então sabe o que eu achei. Sabe que eu até me surpreendi? Não esperava nadinha do livro e, no final, gostei.
    Beijão!

    ResponderExcluir