18 de outubro de 2012

Resenha: Tempest - Julie Cross


Jackson Meyer tem aparentemente uma vida normal. Apesar do fato que ele pode viajar no tempo e apesar de que ele viu sua namorada Holly levar um tiro e apesar de ele estar acidentalmente preso no passado, onde os inimigos que atacaram Holly continuam perseguindo ele.
Em breve períodos de tempo ele começa a perceber que nada que ele achou que fosse verdade é de fato o que realmente é.
Eu adoro a temática viagem no tempo. Acho que esse tema abre tantas portas, que fico curiosa para ver como o autor vai desenvolver. Eu gostei muito desse livro, menos do final. Mas isso eu comento daqui um pouco...
Livros com histórias legais e personagens legais é uma combinação forte, difícil de não gostar. Jackson é um personagem divertido e muito agradável de ler. O que é importante, já que ele é o narrador do livro. Seu romance com Holly são as cenas que amenizam o livro, que balanceia com outros tópicos.
Gostei bastante de como ele encontra a Holly no passado e vê outro lado da sua namorada. Como ela costumava ser antes de eles se conhecerem.
O livro trás cenas tristes, principalmente tratando da irmã de Jackson e da sua família. Que vai se tornando cada vez mais confusa, conforme ele vai descobrindo coisas sobre si mesmo.
A narrativa da autora é boa, o livro flui muito bem e é difícil de largar. Infelizmente, o final me decepcionou por ser muito aberto. Eu terminei o livro com milhões de perguntas não respondidas em mente e com a sensação de que algo estava faltando.
Pesquisei na internet e descobri que o livro tem uma continuação, o que me desanimou bastante. É um livro ótimo, com uma história muito boa, mas eu preferiria se a autora tivesse se contido em um livro apenas.

9 comentários:

  1. Não tenho certeza se tenho vontade de ler... gostei de saber que o narrador é legal, mas viagens no tempo não são muito a minha praia!

    ResponderExcluir
  2. Também não tenho certeza se tenho vontade de ler um livro como esse. Olhando por um lado, eu amo livro que tem histórias originais/complicadas como essa, olhando por outro lado, eu odeio porque as vezes são muito complicados e querem inovar tanto, que o final fica totalmente inesperado (o que nem sempre é uma coisa boa). São tantos os livros que são ótimos, mas os finais são brochantes... Pior mesmo é quando o livro é horrível, mas tem um final tipo mágico kkkkkk

    ResponderExcluir
  3. Estou lendo este livro neste exato momento, e ainda não sei o que sinto sobre ele... Já percebi - antes mesmo de acabar - que o mistério dele ter ficado preso no passado não vai ser resolvido neste livro, e isto me traz sentimentos contraditórios.

    Mas a narrativa do Jackson é muito legal, apesar de às vezes ele ser mais #mimimi do que um cara de 19 anos seria, enfim.

    Henri B. Neto
    ''Na Minha Estante''

    ResponderExcluir
  4. Oi Gabi

    Ah isso me incomoda muito ... quando o livro parece que não termina, aconteceu naquele livro Escuridão, sabia que era trilogia, agora não explicar quase nada no 1º não dá.

    ResponderExcluir
  5. Desanimei de ler o livro no exato momento da sua frase: "Eu terminei o livro com milhões de perguntas não respondidas em mente e com a sensação de que algo estava faltando.".
    Terminar um livro com milhões de perguntas, desde que ele tenha uma continuação, é normal, mas a sensação de que algo está faltando é terrível. Não dá.

    ResponderExcluir
  6. Parece que virou moda transformar um livro que poderia ser só um, em uma série com mais livros :/ Uma pena, eu me interessei pelo enredo conter viajem no tempo e o personagem ser legal,mas tô fugindo de livros com mais de um volume. rs

    Beijos ><

    ResponderExcluir
  7. Séries! Arg! Uma coisa complicada para mim é viagem no tempo - ao contrário de você, não sou muito fã. A verdade é que não consigo imaginar alguém mudando o passado, isso soa tão, mas tão errado para mim! Sabe? Enfim, não fiquei muito interessada, apesar de você ter dito que é legal (odeio, muito, finais abertos! Arg!).

    ResponderExcluir
  8. Esse é um livro que quero muito ler, Gabi. Nunca li nada com viagem no tempo, então tenho curiosidade.. Pena que você não gostou de algumas partes (e por saber que terá continuação)
    Beijão!

    ResponderExcluir
  9. Li este livro e meu Deus que livro maravilhoso, não tem drama de mais, nem romance de mais, não é enrolado de mais é equilibrado. É de termina-lo com uma sensação de leitura boa. Te faz rir, chorar e se apaixonar. É bom.

    ResponderExcluir