1 de dezembro de 2012

Intercâmbio #1

A Carol Melo me deu a sugestão de falar sobre o meu intercâmbio. E aqui está o post! 
Vou dividir o intercâmbio em dois posts. Esse, contando sobre tudo e eu vou deixar um formulário que vocês podem deixar perguntas, que serão respondidas no próximo post.
Estou fazendo intercâmbio em Chichester, uma cidade a duas horas de Londres no sul da Inglaterra!
A ideia “fazer um intercâmbio” parece algo tão… Tão… Incrível. Nunca tinha pensado seriamente nisso, mas de repente, a ideia de querer fazer um curso de inglês caiu sobre mim. E isso cresceu até se transformar na ideia de fazer um intercâmbio de verdade.
Tudo começou 9 meses antes do dia que eu entrei no avião e mudei completamente a rota da minha vida. Porque fazer um intercâmbio, é pegar um caminho linear e fazer uma grande curva.
E parecia algo tão, mas tão distante, que era algo surreal.
O surreal se tornou real no momento que eu olhei no calendário e percebi que faltava um mês, e depois uma semana, e depois faltava apenas um dia.
Meu último dia em casa por sete meses, último dia que eu poderia estar com meus pais, com a minha irmã e estar vivendo na minha casa, no meu mundinho, na minha cidade e no meu país.
Lembro-me de quando estava fazendo o caminho de casa até o aeroporto, lembro perfeitamente que a ficha estava caindo e que não tinha mais volta. Quando o avião decolou de Porto Alegre, quando o avião decolou de São Paulo. Fazer intercâmbio é ver seu coração completamente dividido.
A experiência que eu estou tendo até agora está sendo incrível. Fazer um intercâmbio é a maior loucura que eu já fiz.
A maior e com certeza, a melhor. Mudei de uma vida pacata para algo totalmente surreal. Eu abri um parêntesis na minha vida. Porque teve o antes, o parêntesis e eu vou voltar para o antes, vou voltar para a vida que eu tinha antes. Nada lá vai mudar, quem vai mudar serei eu.
Já conheci gente do mundo inteiro. Alemanha, Holanda, Japão, Rússia, Bélgica, Portugal, Espanha, China...
Fazer um intercâmbio, não são apenas momentos bons. Porque a saudade bate e fica difícil controlar. Tem momentos que você só quer que um avião apareça e te leve para casa. A saudade realmente é um sentimento que eu conheci por completo quando cheguei aqui.

6 comentários:

  1. Olha como eu sou esperta, fiz o comentário no formulário oO

    ResponderExcluir
  2. Awwwww!!!
    Que post adorável!!!
    Meu maior sonho era fazer um intercâmbio, então eu fiz um de um mês e agora quero ficar um ano fora!
    Eu já ia te perguntar para onde vc foi, mas aí, duh, vi a foto! A foto
    é de Brighton?! Eu tb fiquei um mês na Inglaterra e amei!!! Espero que aproveite o máximo que puder, é de fato uma das melhores experiências da vida! :)

    ResponderExcluir
  3. Oooh Gabi, obrigada por fazer o post, está maravilhoso!
    O meu sonho é fazer um intercâmbio,infelizmente eu não consegui enquanto estava no ensino médio mas eu ainda não desisti e realmente espero fazer uma pós-graduação em outro país.
    Aproveite bastante :)

    ResponderExcluir
  4. Oi Gabi

    Muito legal o seu texto sobre Intercâmbio, deve ser uma experiência maravilhosa. Eu já estou velha para isso rssss mas tem muitos lugares que desejo conhecer, espero conseguir fazer boas viagens futuramente.

    ResponderExcluir
  5. Oiii!
    Gostei da ideia, é bom que a gente sente um pouquinho como é *-*
    Têm um selo pra você lá no blog~> http://bibliotecaaconchegante.blogspot.com.br/2012/12/1memesselos-campanha-de-incentivo.html

    beijoss

    ResponderExcluir
  6. Ah Gabi! Que postagem linda. Senti um aperto no coração ao te ver descrever esses momentos que espero viver em breve.
    Sou apaixonada por viagens, não importa o lugar, pra mim qualquer um é válido... Adoro a experiência de conhecer novas pessoas e é isto que me atrai na área que irei cursar a faculdade em 2013. Turismo!! Para o final do meu curso pretendo fazer um intercâmbio também.
    Espero que tu curta demais cada segundo dessa experiência maravilhosa e viva intensamente essa "loucura".

    Beijocas,
    Samy.

    ResponderExcluir