1 de outubro de 2013

Resenha: "The Lover's Dictionary" - David Levithan

Sendo essa minha segunda experiência com livros do David Levithan, chego à conclusão de que ele é um autor que sai da zona de conforto, sai dos clichês e das narrativas comuns. Ele inova na forma de contar uma história simples.
“The Lover’s Dictionary” condiz com o título. O livro é no formato de um dicionário, com palavras relacionadas ao amor em ordem alfabética e junto com cada palavra, existe um pequeno fragmento de uma história. A narrativa não é linear, mas todos os fragmentos sobre amor são sobre o mesmo casal.
David Levithan narra esse relacionamento de uma forma real e honesta. O leitor é apresentado ao inicio do relacionamento, aos momentos felizes, aos momentos de insegurança e as brigas ocorrentes. Os fragmentos para cada palavra são na maioria das vezes curtos, chegando a ser apenas uma frase, contudo, o autor consegue dizer em uma frase algo que muitos tentam dizer em um livro inteiro.

Essa 'quote', na verdade é uma página do livro. Tem a palavra, a classificação da palavra (no caso noun, substantivo) e um pequeno trecho que seja relacionado com o significado da palavra.
abyss, n.
There are times when I doubt everything. When I regret everything you've taken from me, everything I've given you, and the waste of all the time I've spent on us.”
É um livro rápido de ser lido, contudo, eu aconselho a ler sem pressa. Deixar os personagens se tornarem reais e criar um vínculo com eles foi o que fez com que eu me emocionasse com frases extremamente simples do livro.
David Levithan escreveu um livro diferente. Escreveu algo inovador que conseguiu me conquistar como não imaginei que fosse.

E além de ser uma ótima história escrita por um autor que soube organizar simples palavras e formar algo mágico. Além disso, aumentou meu vocabulário porque aprendi várias palavras novas.

8 comentários:

  1. Eu só li Will & Will do autor e gostei bastante da sua escrita o que me fez querer ler mais livros dele. Nunca tinha ouvido falar sobre The Lover’s Dictionary e achei a ideia MUITO legal e diferente. Fiquei com muita curiosidade para ver como é esse tipo de narrativa. Beijos, http://rehabliteraria.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  2. Oi Gabi,
    Nunca li nada do autor, mas pelo jeito as histórias dele são bem diferentes umas das outras. E isso é muito legal porque as vezes os autores repetem a mesma formula em todos os seus livros, o que deixa a leitura previsível e mais do mesmo. Provavelmente irei começar lendo Nick e Norah do David Levithan .
    Beijos
    http://allmylifeinbooks.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  3. Gabi, que livro fofo. Parece ser uma gracinha e realmente inovador. Ainda não li nada desse autor, acredita? Vou procurar por esse <33
    Me faz uma visita? :)
    Beijinhos

    ResponderExcluir
  4. Também ja li dois livros do David, e gosto muito do estilo dele. Não vejo muita coisa sobre The Lover's Dictionary, mas estou com muita vontade de ler o livro novo dele, Two Boys Kissing.
    Beijos

    ResponderExcluir
  5. Nossa, que ideia genial :o
    Não sei muito bem como um funcionaria assim, mas caramba, eu fiquei morrendo de vontade de lê-lo.

    http://compulsivebookaholic.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  6. Gabi, mas que livro mágico! Sério, amei, preciso desse livro, parece genial! Adorei! Especialmente essa coisa de dizer em poucas palavras o que outros autores demoram páginas e mais páginas para dizer <3

    ResponderExcluir
  7. Só leio coisa boa em relação a esse livro, deve ser REALMENTE maravilhoso, mágico... nem sei!
    Quero ler, logo. Ainda mais depois da tua resenha, amei. <3

    http://www.livrosechimarrao.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  8. Amo esse livro de um tanto <3 Levithan é puro amor!

    ResponderExcluir