4 de junho de 2014

Resenha: O Inventário das Coisas Ausentes - Carola Saavedra

“O Inventário das Coisas Ausentes” é dividido em duas partes. A primeira se chama ‘Caderno de Anotações’ e é composta por diversos fragmentos de histórias diferentes que não tem muita ligação uma com a outra. São as anotações do escritor do livro e do narrador da história. A segunda parte se chama ‘Ficção’ e é uma narrativa com mais continuidade e algumas histórias da parte anterior se unem.
O narrador do livro vai contando a história de Nina, uma chilena que ele conhece na faculdade, e como um dia ela desaparece deixando para trás apenas dezessete diários e um homem extremamente confuso pensando no que aconteceu.
É um livro bem fragmentado em pequenas sessões e eu gostei disso. Nem todas possuem um grande significado para a história principal, mas eu gostei do fato delas estarem presentes no caderno de anotações. Como se fossem possíveis futuras histórias daquele escritor.
Não é um livro confuso, mas é um processo de criação onde primeiro vemos os pedaços e depois podemos ler o material pronto. Existe um romance entre o narrador e Nina, e acredito que a ausência dela fez com que ele buscasse entender o que realmente aconteceu entre os dois e o motivo da sua partida. Transformando-a em uma história.
Escrevendo sobre Nina, o narrador não consegue não escrever sobre sua própria vida e seus passados.
A segunda parte é focada, além da história da Nina, no relacionamento entre pai e filho. É onde tem a maior carga emocional do livro e onde eu senti uma interação maior com o personagem. Acabou sendo a minha parte favorita. Acredito que -pensando que o personagem existe que ele tivesse realmente escrito- ele teria começado a escrever sobre Nina e acabou colocando muito de si mesmo nas páginas.

Eu gostei bastante da narrativa da autora, é um livro rápido e um livro agradável de ser lido. A minha única crítica fica que eu queria acompanhar um desenvolvimento maior dos personagens, isso fez com que eu não conseguisse me envolver muito com a história. Achei o formato diferente e achei interessante acompanhar uma história completamente fragmentada. 

Um comentário:

  1. Olá Gabriele, não conhecia esse livro, me deu uma certa curiosidade em saber o paradeiro de Nina. Vou procurar esse livro depois. Menina, e esse blog? de uma simplicidade adorável. Gostei daqui, com certeza voltarei mais vezes. Muito bom. Até mais! ;)
    www.literamore.blogspot.com

    ResponderExcluir